quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Honduras:
A força moral vencerá a força bruta

Trago ao conhecimento dos leitores uma carta publicada hoje no jornal “El Heraldo”, de Tegucipalga, na qual o leitor transmite o ânimo reinante em Honduras em face da terrível e covarde perseguição movida contra seu país pelas maiores forças internacionais – com a inglória participação em primeiro plano do Brasil –, por aquele país se recusar a renunciar ao seu passado cristão dobrando os joelhos diante de ditadores marxistas animados pela vã pretensão de que o século XXI lhes pertence.

Que as considerações nela contidas sirvam-nos de admoestação quanto à nossa atitude tantas vezes otimista e desprevenida diante de tais ditadores, que para embair as multidões misturam com freqüência suas sinistras intenções com atitudes palhacescas e descontraídas.

Os bárbaros do Sul e do Norte

Como seus homólogos do Norte, os bárbaros do Sul se atreveram a usar da força diplomática contra Honduras. De nada serviu nosso pedido para que respeitassem o direito de Honduras à sua livre autodeterminação.

O Brasil é hoje o mais vil exemplo de lacaio submetido à ditadura mais torpe de todos os tempos: o chavismo.

Conluiados com os que foram nossos principais aliados (os gringos), o Brasil acreditou que trazendo-nos o mais corrupto dos Presidentes que tivemos nos colocariam de joelhos e simultaneamente passaríamos a formar parte dessa abominável montagem de semi-estrutura ditatorial chavista.

Mas se equivocaram. Aqui estamos de frente, maltratados pelos bárbaros do Sul e do Norte, mas com dignidade e honra.

Não é difícil predizer que o governo lacaio de Ignacio Lula Da Silva, ao final desta história, terminará devorado por Hugo Chávez na sua incontrolável gula expansionista, pois são precisamente esses governos covardes e servis suas presas preferidas.

De nosso lado, nós hondurenhos, continuamos entregues por completo à nossa fé cristã. Hoje mais do que nunca cremos no Cristianismo, esta doutrina sagrada que no seu início foi brutalmente perseguida e condenada, como nos perseguem e maltratam.

O cristianismo finalmente triunfou diante das ditaduras imperiais de seu tempo e hoje é a mais poderosa comunidade religiosa do mundo, porque baseou sua grandeza na verdade. Os hondurenhos somos confiantes de que esta mesma verdade nos está tornando livres.

Arturo Aguilera, 24/09/2009


Um comentário:

Ana Maria Nunes disse...

Recebi no orkut em mensagem o link do seu blogue, graças a Deus, maravilhosos o blogue.

Coloquei seu link no meu e posso postar lá alguns vários textos daqui?

Salve Maria Santíssima!